O fim do Adobe Flash Player

Creative Clouds
04/08/2017
Office 365
09/08/2017

O fim do Adobe Flash Player

pisontec-foto-linkedin-adobe-flash-player

Em comunicado oficial no dia 25 de julho, a Adobe informou que vai encerrar o Flash Player até o final de 2020. A empresa permitirá aos criadores que migrem animações, games ou vídeos do formato Flash para outros como HTML5, WebGL e WebAssembly, durante esse período.
Em sua declaração, a empresa disse que está colaborando com vários parceiros, incluindo Apple, Facebook, Google, Microsoft e Mozilla, para finalizar o Flash Player. E que também oferecerá suporte para que clientes e colaboradores possam realizar seus planos de migração sem problemas, mantendo segurança e compatibilidade. Os parceiros da Adobe se pronunciaram sobre a notícia; Jakub Pudełek, engenheiro de Software do Facebook, falou “A notícia de hoje marca a evolução contínua da web e dos jogos para desktop, e estamos empenhados em trabalhar com desenvolvedores para preservar suas experiências de jogo no Facebook”. A Mozilla Firefox elogiou o anúncio com anos de antecedência e o engenheiro líder dela disse que “A partir do próximo mês, internautas poderão escolher quais sites serão capazes de rodar o plugin do Flash no seu computador. O Flash será desativado por padrão para a maioria dos usuários em 2019, e somente os usuários executando a versão Firefox Extended Support Release (ESR) serão capazes de continuar usando o Flash até o final de 2020”.
As opiniões dos parceiros da Adobe foram positivas sobre essa decisão, a Apple, por exemplo, salientou que os produtos de mobilidade com IOS – iPhone, iPad e iPod touch – não suportam o Adobe Flash Player e que está trabalhando para completar a transição do plug in. Já John Hazen, o líder da Microsoft para o Microsoft Edge, ressaltou que a companhia está ansiosa para continuar trabalhando com a Adobe e os parceiros da indústria no enriquecimento da web aberta, sem a necessidade de usar plug-ins. Dessa forma o navegador Windows também abandonará o Flash, e a Microsoft garante maior desempenho, segurança e durabilidade da bateria quando o HTML5 estiver implementado em todos os navegadores modernos.